• Home
  • Editora
  • Justiça Restaurativa em casos de Abuso Sexual
Editora
foto_livro_maior

Justiça Restaurativa em casos de Abuso Sexual

Autor(a): Michelle Jackett

Autor(a): Lorraine Stutzman Amstutz

Autor(a): Judah Oudshoorn

R$ 39,00


A Justiça Restaurativa vem ganhando aceitação porque trata dos danos advindos do crime. Muitas abordagens foram desenvolvidas para vários tipos de transgressão. Esta obra contempla o tratamento da Justiça Restaurativa nos casos de abuso sexual. Ao invés de oferecer um modo ou detalhar programas fixos, procura mapear possibilidades. O intuito é suscitar uma reflexão cuidadosa sobre como reagir a crimes violentos como o abuso sexual.

A abordagem da justiça criminal tende a deixar de lado as vítimas ou retraumatizá-las, e punir os ofensores em detrimento de sua responsabilização. Por outro lado, a justiça restaurativa se concentra na recuperação das vítimas, ao mesmo tempo promovendo a responsabilização de modo significativo. A justiça criminal tende a individualizar o problema e encarcerar populações marginalizadas, como minorias étnicas ou desprivilegiados. A justiça restaurativa reconhece que o abuso sexual é uma forma de violência de gênero. São necessárias práticas comunitárias, muitas vezes em conjunto (outras vezes em contraposição) aos procedimentos da justiça criminal. Esta obra descreve os impactos do abuso sexual, analisa as causas do crime sexual e demonstra como a justiça restaurativa pode gerar esperança depois do trauma.



Autor(a)

Michelle Jackett é coordenadora do MSCU Centre for Peace Advancement sediado na Conrad Grebel University College da University of Waterloo. É também professora na University of Waterloo, onde ensina justiça restaurativa. Possui mestrado em transformação de conflitos, tendo se especializado em justiça restaurativa no CJC ­­– Center for Justice and Peacebuilding – da Eastern Mennonite University.

Autor(a)

 Lorraine Stutzman Amstutz é diretora do Minnonite Central Committee Office on Crime and Justice. Como tal, ela oferece consultaria e treinamento para agencias e comunidades interessadas em implementar programas de justiça restaurativa que incluem um elemento específico de mediação/encontro entre vítima e ofensor. Ela trabalha com encontros vítima/ofensor desde 1984.
É co-autora do curso Victim Offender Conferencing in PA’s Juvenile Justice System, e articulista. É membro do Conselho da International Victim Offender mediation Association e do Programa de Vítima/Ofensor da Lancaster County, PA.
Formou-se em Assistência Social na Eastern Mennonite University em Harrisonburg, VA (onde recebeu Distinção por Serviços Prestados em 2002), e obteve o mestrado em Assistência Social pela Marywood University, de Scranton, PA.

Autor(a)

Judah Oudshoorn é professor do Community and Criminal Justice Program do Conestoga Institute of Technology of Advanced Learning, de Kitchener, Canadá, e mediador do Restorative Opportunities do Correctional Service do Canadá. Tem mestrado pelo Center for Justice and Peacebuilding da Eastern Mennonite University e é doutor em Serviço Social pela Wilfrid Laurier University. Trabalhou por muitos anos com sobreviventes de abuso sexual e com pessoas que cometeram violência sexual, bem como famílias e comunidades afetadas por esses crimes. É autor de Trauma-informed Youth Justice in Canada, Canadian Scholars’ Press Inc., 2015.