Editora
foto_livro_maior

Assim caminhou a humanidade

Autor(a): Walter Neves

Autor(a): Rui Murrieta

Autor(a): Miguel José Rangel Junior

R$ 65,00


Provavelmente o relato mais completo em língua portuguesa sobre tudo o que sabemos a respeito das nossas origens. Uma obra de fôlego que traz para o leitor, em linguagem acessível, o que há de mais importante e atual acerca do estudo da evolução humana.

Estudiosos e apaixonados pelo tema vão mergulhar nos desdobramentos da história da aventura humana e compreender como a nossa condição de bípedes surgiu e modificou o nosso futuro. O que sabemos realmente sobre nosso mais longínquo ancestral? Qual o papel que o “Homem de Neandertal”, objeto de tantas histórias e mitos, tem em nosso passado? A saga do Homo sapiens, e sua interminável peregrinação por esse planeta, os fascinantes enigmas da Explosão Criativa do Paleolítico Superior e como tudo isso desemboca no modo de vida que cultivamos até hoje se revelam ao leitor em cada página.

Além de nos fazer acompanhar o palpitar intenso dos debates científicos, e as contínuas modificações de compreensão que cada nova descoberta gera, esse encontro com a história humana pode nos ajudar a vislumbrar caminhos mais criativos para o que virá e a descobrir significados mais solidários e profundos para nossa existência na Terra.



Autor(a)

Walter Neves é Professor Titular do Departamento de Genética e Biologia Evolutiva do Instituto de Biociências da Universidade de São Paulo (USP), onde coordena o Laboratório de Estudos Evolutivos Humanos, fundado em 1994. Tem formação e produção científica nas áreas de Arqueologia, Biologia Evolutiva, Antropologia e Paleontologia. Desde o início de sua carreira, dedica-se à divulgação científica para o grande público. É autor, entre outros, de “O Povo de Luzia” (Editora Globo) e “Um esqueleto incomoda muita gente” (Editora UNICAMP). No momento, dedica-se ao estudo da origem do homem no continente americano e à saída do gênero Homo da África.

Autor(a)

Rui Murrieta obteve Licenciatura Plena em História na Universidade Federal do Pará, em 1990. Graduou-se Mestre em Antropologia em 1994, pela Universidade do Colorado, em Boulder, nos Estados Unidos. Em 2000, obteve o grau de Doutor, também em Antropologia, na mesma instituição. Atualmente, é Professor Doutor no Departamento de Genética e Biologia Evolutiva no Instituto de Biociências da USP. Tem desenvolvido pesquisa na área de Antropologia Evolutiva, com ênfase em adaptação humana à floresta tropical. Nos últimos anos, iniciou pesquisa sobre a Ecologia Histórica do Vale de Lambayeque, na costa norte do Peru, com foco na domesticação e na sua relação com a evolução da complexidade emergente na região.

Autor(a)

Miguel José Rangel Junior é Doutorando do Laboratório de Neuroanatomia Funcional do Instituto de Ciências Biomédicas da Universidade de São Paulo e é Bacharel em Ciências Biológicas também pela USP. Atualmente, estuda bases neurais dos comportamentos sociais em roedores, especificamente derrota social e agressão em ratos machos e vias de formação de memória que envolvem o hipotálamo e o tálamo.